Mais perguntas da "loura"

Li aqui que "O candidato a bastonário Menezes Leitão demitiu-se ontem de vice-presidente do Conselho Distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados em protesto pela 'atitude incorrecta e tratatamento discriminatório das diferentes candidaturas' às eleições."

Pergunta esta "loura":

Que pensar de um advogado, candidato a bastonário, que não consegue levar o órgão, do qual é vice presidente, a respeitar um princípio que a todos parece óbvio?

Pergunta ainda mais burra:

Será que tentou? Ou, confrontado com o facto, limitou-se a bater a porta, com estrondo?

6 comentários:

Anónimo disse...

É mesmo caso para perguntar, até, se esse bater de porta não é tardio?

Vladimir disse...

Desistiu de correr e morrer na praia sem sequer lutar....

TAA disse...

Não tenho dúvidas nenhumas de que o gesto é tardio. É certo que mais vale tarde do que nunca, mas fico com pena por verificar que o 2º Vice-Presidente tem de apresentar a demissão em alternativa a conseguir convencer os seus pares das suas razões (e estou a presumir que tentou, porque lhe dou o benefício da dúvida!). Mas onde é que eu já vi a necessidade de apresentar uma demissão do cargo do CDL como única forma de manter a coluna íntegra?

Monsieur disse...

Se a loura não se fizesse de burra (que de burra nada tem),não precisava de fazer perguntas burras. Isso sim é burrice.
O CDL como todos os CD funciona por "pelouros", e alguns dos "proprietários" dos mesmos, não dão cavaco ao "colectivo" sobre o que andam a fazer no pelouro respectivo, especialmente quando se trata de beneficiar amigo, parente, ou "irmão".
É manifesto que se o "colectivo" não tem conhecimento prévio do que se anda a fazer, ou pelo menos do que se planeia fazer em termos genéricos, é manifesto que não pode, nem podem os outros membros, tomar medidas atempadamente.

Nicolina Cabrita disse...

Não há dúvida que o "Monsieur" está bem informado sobre o actual funcionamento do CDL e sobre os titulares de certos pelouros.

E as perguntas, se outro mérito não tiveram, deram, pelo menos, azo a que partilhasse connosco a informação.

Pergunto eu: quem será o burro desta história? :-)

Omega disse...

Eu pensava que os vice-Presidentes faziam parte da Comisão executiva do CDL, ergo, tinham acesso à informação...